o que estou (e o que não estou) lendo?

Esse meme foi passado pela Marcia, com o objetivo de verificar o que estou lendo de não-acadêmico no momento. As coisas andam complicadas por aqui (muitos emails, reuniões, relatórios, dissertações, etc), sem contar problemas pessoais – que interferem diretamente nas minhas escolhas e sobretudo na concentração de leitura, mas enfim, vamos ao que interessa…

Milk it! Collected musings on the alternative music
explosion of the 90´s by Jim DeRogatis, 2003.

Comprei esse livro em uma gélida tarde de dezembro de 2004,
(eu marco sempre dentro do livro o meu mood no dia da compra)

ao sair do campus do MIT em Cambridge.
Ele estava em uma super oferta. U$ 5,98!
E, só agora que consegui dar mais atenção as suas 400 pp.
(lembrem-se, naquela época estava na loucura da tese).
Nem cheguei na metade ainda.

É uma compilação de resenhas, artigos, entrevistas, etc
produzidos por Jim De Rogatis, jornalista e crítico musical
do Chicago Sun-Times – embora tenha trabalhado para uma
dezena de fanzines, jornais e revistas.
DeRogatis também é autor da biografia sobre

o lendário crítico musical Lester Bangs.
O texto dele é muito bom, mesmo que eu nem sempre
concorde – em especial em relação à Courtney Love e
ao Smashing Pumpkings. Mas, a parte boa é saber que
esses artigos não foram editados e representam o
momento em que os CDs/shows/entrevistas aconteceram.
“Alternative to what?” , a grande questão dos 90
perpassa em cada questionamento do livro.

Um bom compêndio tanto para os amantes do jornalismo
e da crítica musical, quanto para quem deseja compreender
a década passada e seus desdobramentos no “indie rock” atual.
A minha crítica é que tem muito espaço para Seattle
e o grunge (Nirvana, Hole, Pearl Jam, Mudhoney, etc).
Mas tem coisas como NIN, PJ Harvey, Oasis, Stone Roses,
Aphex Twin, N.W.A, e até “cânones” das décadas anteriores
como Patti Smith, Lou Reed, kraftwerk, U2, R.E.M..entre outros.


Acima de tudo, o que dá mais gosto é ver como Jim
é um apaixonado pela música, até quando reclama
da nostalgia como inimiga…rs


“We sit on the couch and blast the stuff on the stereo,
trying to convince each other that the music we love
is something that our friend need in their lives, too…”

Também estou lendoThe world of DJs and the turntable culture
de Todd Souvignier (2003), mas desse eu já falei na minha coluna.

O outro livro que está na minha cabeceira, esperando que eu
a) consiga tempo b) entre no espírito é:


Repasso para o Caue, a Bia, a Maite, a Raquel,
a Sandra, a Mi, a Mel e quem mais quiser…🙂

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s