Filmes da semana: crimes de autor e um bom ano

Estava tão cansada, ou melhor, exausta que esse fimde fiz a linha “Irene” e vi filminhos lights. Sem resenhas, apenas uns comentários soltos sobre eles.

Crimes de autor (Roman de Gare, Claude Lelouch, 2007) é um “meta-thriller” interessante que se torna mais legal narrativamente à medida que brinca com diversos clichês da literatura policial, embora ao estilo francês, ou seja, mais lento (se bem que o final me desagradou um tanto).

Também vi, mas na TV, Um bom ano (A good year, Ridley Scott, 2006), que destoa do estilo de opulência visual de Scott e conta uma daquelas estórias em que a gente já sabe o que vai acontecer do início a fim, simples e bonito como os vinhedos e a região de Provence na França que são também protagonistas do filme. Por mais que eu implique com o Russel Crowe, gostei do filme (sim, eu ando num momento meiguinho e sensível). Me deu uma grande vontade de sair correndo e viajar pela Provence e ficar bebendo um bom vinho tinto, enquanto leio um livrinho sob o sol.


“You’ll come to see that a man learns nothing from winning. The act of losing, however, can elicit great wisdom. Not least of which is, uh… how much more enjoyable it is to win. It’s inevitable to lose now and again. The trick is not to make a habit of it.”

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s