Mas não precisamos saber pra onde vamos. Nós só precisamos ir.

Ontem foi um sábado atípico. Perdi o sono muito cedo da manhã, depois voltei a dormir, almocei e fui a uma reuniãozinha no Franz Café na Praça da Espanha, no qual por sinal o atendimento estava fraquíssimo. Mas valeu pra reencontrar a Ale e conhecer a Flavinha e o Mario.

Mesmo com trocentos deadlines – qualificações de orientandos, datacapes, papers por entregar, finalização do livro sobre blogs, entre outros – o sábado à noite é “profano”rs. Assisti Reis e rainhas um filme fancês de 2004 muito deprê (não é recomendado para sábados à noite) o que quase provocou meu lado Irene… rs Felizmente nada que o álcool e música alta não resolvam.

Fomos então para o Soho onde eu e raul encontramos o gorpo (chegamos no final do set dele) e vimos um bom pedaço do set do Fabio (com músicas próprias)…

… depois nos jogamos na viva la noche no la lupe (onde era o antigo retrô)… jamais pensei que em pleno 2008 iria escutar coisas como garota de berlim do tokyo ou engenheiros numa festa.. aff..rs mas estava bem divertido…

Fechando a noite, a finaleira foi na Gaas. Para quem pretendia ficar em casa trabalhando, até que saiu melhor do que a encomenda, rodamos várias partes do centro da cidade.

Tá e agora chega de procrastination mode e de volta ao trabalho, já que temos um dia cinza e chuvoso.

np:
i want it – zombie girl (soman remix)
dá-lhe new school industrial na veia!!!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s