Dia do jornalista!

Hoje é dia do jornalista! Parabéns a todos os colegas, amigos e alunos. Esse ano (em julho mais especificamente) completo 10 anos de formada. Credo! Parece que foi ontem . Prometo que em minha próxima viagem a Porto Alegre resgato algumas fotos desse passado já distante. Até porque me ver de cabelo chanel mega-escovado e vestido Reinaldo Lourenço não é algo que acontece todos os dias hahaha.

Fica ai minha homenagem aos personagens responsáveis pelo meu imaginário da profissão: peter parker, lois lane, clark kent. Isso quando eu tinha uns 8 anos de idade, quando entreguei para minha mãe um esboço diagramado de um jornal sobre o que acontecia na minha casa incluindo as brigas dos meus irmãos, as receitas da minha mãe e minha mania de ver o Spectreman. Eu disse a ela: é isso, vou viver de escrever todos os dias.

… e mais uma semana tem início, semana de entrega de trabalhos e avaliações na graduação. Ainda bem que o dia rendeu bastante para mim e consegui adiantar algumas coisas que estavam pendentes há semanas.

Disco umbanda: apropriação nacional de gênero globalizado

Para começar bem a semana, mostrando apropriações e hibridizações entre gêneros musicais. Achei muito legal esse video de 1978 de “disco umbanda”(a Claudia Assef já havia comentado no blog dela mês passado), uma apropriação das músicas tradicionais da umbanda com o ritmo da disco, do cantor Fernando Santos – que eu nem conhecia- e o grupo “Canga”, acho que é assim. A música é super “grudenta”, tanto que eu e gorpo ficamos cantando e imitando a coreô aqui em casa. Fiquei pensando que atualmente, poderiam fazer um mashup de newrave com umbanda. Como será que ficaria?