Slash

Uma das minhas leituras de viagem de férias foi a biografia do Slash – thanks phynna, o livro está inteirinho, são e salvo! O livro, que saiu nos EUA em 2007, escrito pelo jornalista da Rolling Stone Anthony Bezza (também autor de Tommyland do Tommy Lee). Li no original em inglês, mas fiquei sabendo que já saiu a versão em português pela editora Ediouro ano passado. Confiram ai o hotsite oficial em www.ediouro.com.br/slash/

Durante uma boa parte da minha adolescência fui obcecada pelo GN`R* – até hoje acho que Appetite for destruction um dos melhores álbuns de hard rock de todos os tempos – e, ler pela primeira vez algo que veio diretamente de uma das fontes oficiais e que não fossem especulações de revistas de fofocas ou biografias não autorizadas que aludissem ao período de formação da banda passados tantos anos foi realmente uma experiência interessante, principalmente em termos de afundar na minha própria memória que consumia todo esse tipo de informação na época e tentar comparar o que aconteceu a partir da perspectiva do guitarrista, que é sem dúvida uma pessoa cuja vida foi das mais extravagantes. Pena que não tenha mais o material que eu tinha para olhar as matérias que saíam na época, uma parte dessa clippagem ficou na casa da minha mãe e outra, creio que nem exista mais (devo ter jogado fora em uma das minhas limpezas).

Da infância em um ambiente peculiar e artístico – gente, a mãe do slash foi namorada do David Bowie em 1975, dá pra acreditar nisso? – à adolescência problemática, o envolvimento com as drogas, a mulherada non-stop, a falta de grana, as primeiras bandas até o megaestrelato, a vida de Slash parecia, desde o começo destinada a ser um grande clichê do rock n´roll. É impressionante que ele ainda esteja vivo e tocando com o Velvet Revolver depois do que eu li em 456 páginas… rs. Também foi legal ler os acontecimentos pós-GN´R (o porque do rompimento) que sempre foram envoltos em um grande mistério e claro sobre o casamento dele com Perla (não a cantora brega paraguaia rs) e os dois filhos. O livro tem muitas fotos, todas excepcionais das tournes do Appetite, do Use your Illusion, familiares, etc. Outra coisa bem interessante são os processos de composição de algumas músicas, e das gravações dos álbuns descritas com detalhes técnicos mas talvez isso entedie um pouco quem não entenda do assunto. Assim como Tommyland, tb tem algumas passagens muito deprês de overdose, etc…

Enfim, eu adoro ler histórias de vida, seja do “tiozinho da esquina” ou de alguém que, nesse caso eu admirava bastante, há sempre algo de fascinante e cuja narrativa nos prende por mais que o excesso de drogas e álcool e os diálogos nonsense me deixassem irritada por vezes. Mas acho livro vale para quem é fã ou pelo menos se interesse pelo Guns, por Slash e por rock em geral.

[personal mode] O irônico é que quanto mais eu lia o livro, mais eu lembrava de um amigo, que tb era um grande fã e cuja personalidade “fechada”, leonina (ambos nasceram no mesmo dia) e guitarreira tem muito a ver com a do Slash. [/personal mode]

Break the chains of featherweights and giants
With the stain forever lasting liars
They’re afraid when we spit out the fire
And start living

O próximo livro nessa linha de biografias musicais que eu preciso ler é Meetings with Morrissey que eu vi hoje na livraria Saraiva, mas não comprei (tava muito caro). Por coincidência, hoje Moz lançou seu novo álbum “Years of refusal“, já estou com ele na mão e comento mais adiante.

* Tenho várias estorinhas envolvendo GN´R que podem render posts, sendo a melhor de todas uma redação que escrevi para uma aula de português que gerou uma polêmica, um dia quando estiver inspirada eu conto…rs

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s