#CParty e SP

Meu resumão do #cparty

#Palestra sobre o tecnobrega com o Ronaldo Lemos e a Oona Castro foi muito boa. Uma das melhores que assisti na quinta-feira. Eles trataram bastante sobre a pesquisa Open business desenvolvida na FGV e que resultou no livro “Tecnobrega: o Pará reinventando o negócio da música” disponível para download gratuito. O trabalho deles de entrevistas e análise da cadeia econômica que movimenta essa cena específica é super importante e já conhecia de alguns artigos e o próprio livro. É essencial para compreendermos como funcionam determinados nichos musicais, independente de gostarmos ou não.

#A palestra da Raquel foi muito boa sobre a questão dos usos informativos e conversacionais do Twitter e o lançamento do livro tb atraiu muitas questões e conversas paralelas com a gente. Foi um ótimo momento de troca e compartilhamento de conhecimentos. Também foi excelente conhecer presencialmente autores como o Leonardo Foletto, Claudio Penteado e Marcelo dos Santos, a quem só conhecíamos pela rede.

#Outras coisas legais: debate sobre direito na internet; palestra do andré pase sobre tv digital e tv na web, que falou inclusive do caronacast do roberto tietzmann; o estande de robótica; as nerdices em geral; encontrar a galera do ebc; estande do flickr etc;


#Debate sobre o livro O futuro da música – na noite de quinta participei ainda do debate/lançamento do livro organizado por Sérgio Amadeu e Irineu Franco na área de música. Foi bem legal ver diferentes visões (filósofos, compositores eruditos, pesquisadores, engenheiros de som, músicos, etc) debatendo a questão da multiplicidade de formatos e mídias e de como o negócio da música está se transformando. Teve bastante polêmica – inclusive da minha parte – e só não foi mais longe porque tinha hora pra acabar e o frio estava tenebroso, quase morri congelada.

#O evento foi bem satisfatório. Gosto de ver essa hibridização de pessoas da prática, teóricos, gurizada com uma cara bem pop que mistura conteúdo com entretenimento.

#SP – A parte chata do evento ser perto de Congonhas é que a gente ficou um tanto afastado da movimentação jardins, etc. Não, não ficamos acampadas, por supuesto não temos mais idade para isso, ficamos num hotel. Mesmo assim, na sexta eu e Sandra, fomos passear em Pinheiros para dar uma geral nas lojinhas de design de móveis, decoração e roupas e ainda almoçamos no restaurante Consulado Mineiro. Foi uma bela tarde regada a Serra Malte e elocubrações mil.

E agora hey ho let´s go, de volta à rotina, a próxima semana já começa movimentada com reuniões e preparações de aulas. As férias estão quase no fim. Vou lá aproveitar!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s