David Fincher fala sobre Benjamin Button

O diretor David Fincher, de O curioso caso de Benjamim Button deu uma entrevista à Folha de SP ontem (thanks ao diversita pelo link). Copidesquei alguns trechos que dizem tudo sobre o filme e resumem porque eu gostei tanto…



O filme não foge da linha das grandes histórias de amor de Hollywood. A diferença é que em “Benjamin Button” o vilão que manterá o casal separado é o tempo. E com o tempo vem a iminência da morte.

Adoro a ideia de uma história de amor que rompe com a tradição do amor juvenil impossível. Eric [Roth, o roteirista] desenvolveu uma noção muito mais madura de romance, sobre essas duas pessoas que não conseguiriam viver separadas, mas que passam grande parte de suas vidas afastadas.

Não acho que “Benjamin Button” seja um filme triste. É um filme sobre as relações que experimentamos ao longo da vida, confrontadas com a perda dessas relações. Sobre as marcas que deixamos uns nos outros quando nos encontramos pelo caminho. Sobre dor, alegria, amor e remorso.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s