Concrete, it feels so strong!

Sábado com cara de domingo e eu trabalhando em várias frentes (lendo, preparando material de dois papers, etc). Entre a maratona de leituras, os chocolates e a arrumação no meu escritório – já não encontrava mais nada e o caos tava me incomodando a ponto de eu não conseguir mais trabalhar – sobrou um tempo para alguns pensamentos:

>> Estou fazendo uma maratona da série How I met your mother que é um sitcom bem divertidinho com várias referências pops e o velho plot do grupo de amigos na faixa dos quase 30 em busca de estabilidade.

>> E finalmente meu amigo de longa data, o e-producer Ticiano Paludo abriu um blog decente. É o Mix Tape 2 The People. Aguardo altas perucagens, dicas de produção musical e novidades modernosas hehe.


>> Por falar em novidade e em música ouvi com calma e atenção o novo Depeche Mode – Sounds of the Universe (o Daniel vai querer me matar rs mas eu não gostei). Achei que apesar da maravilhosa Wrong e da bela Jezebel faltaram grandes canções classudas. Faltou algo a mais, apesar de não ser um álbum ruim, mas considerando que é o DM, tinha que ser melhor. Todavia aguardo ansiosamente a tour e o show no Brasil. Gahan é muso, o Constantine da eletrônica – e continua tri bem fisicamente ao contrário de Bono – e manda muito bem ao vivo!

>> Nesse exato momento estou escutando o novo álbum do Royksöpp – Junior. Pelo que ouvi até agora, a dupla noruguesa volta com suas melodias concisas, synths inspirados e alguns candidatos a hits como “The girl and the robot” e “This must be it” – que novamente conta com o vocal de Karen Dreijer, cantora do The Knife e responsável pelo megahit “What else is there? do álbum anterior do Royksöpp. Senti bastante influência de spacedisco no álbum, embora aquele climão ambient, característico da dupla de produtores ainda esteja lá. Tá na cara que a maior parte das faixas serão muito remixadas. “Happy up here” por exemplo já ganhou remix bem “sujinho” do Boyznoise.

>> Do lado mais trevoso, também já tenho o recente álbum ao vivo dos veteranos gothic-ebm The Neon Judgement – A fashion party live – tá foooda o álbum live com clássicos da banda: vocal trevoso, muita guitarra e synths dançantese com o novo EP da dupla de futurepop greco-alemã Frozen Plasma – Earthling (com 2 músicas novas e vários remixes da faixa título). Por falar nisso, o Suicide Girls publicou uma entrevista bem legal com Al Jourgensen (Ministry, REvolting Cocks, Lard, 1000 Homo DJs). Ultimamente ando super a fim de uma festinha mais nessa linha, mas a cidade anda um marasmo. Pena que perdi a Fetish em Santa Maria com o “Rejektors Meeting Redux” e as discotecagens do Cauê e do Wandeco (saudade dessa dupla!). Com sorte eu consigo finalmente dar um pulo na DDK no Rio quando for lá em maio (alô Max, Bruno e Guga, sds de vcs tb). O grande problema dessa nossa “cena” , é que somos poucos mas espalhados por esse enorme país (RS-SP-RJ-PE, etc), o que faz com que tenhamos muito mais contato pelas redes do que presencialmente, o que é uma pena já que adoro beber, jogar conversa fora com o pessoal e debater a fundo sobre músicas, livros e outras nerdices. Sou pouco dada a grandes coletividades, mas fazer parte de uma subcultura é daquelas coisas indispensáveis a minha sobrevivência. Algo complexo de explicar para quem não a vive, mas que te faz sentir menos alienígena e compartilhar experiências e sentimentos contraditórios e fortes.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s