Papers, manifesto e um game jogado via twitter

A volta do feriado está sendo enlouquecedora. Tenho uma to-do list imensa. Além do mais tenho 5 bancas de qualificação de mestrado e mais uma defesa, de hoje até sexta-feira. A parte boa é que duas convidadas especiais estarão aqui na cidade. As colegas Paula Puhl (Feevale) e Suely Fragoso (Unisinos) vêm contribuir em algumas bancas e aproveitarei pra trocar ideias e retribuir à Paula, a hospedagem aqui em casa – já que toda vez que vou a Porto Alegre sempre passo uns dias na glitter house. Portanto, não esperem tantas atualizações por aqui, mas prometo que ainda volto antes de minha viagem a Salvador na segunda-feira. Por hora, deixo alguns links como dicas para esse início de semana em plena quarta.

* Papers do International Symposium on Online Journalism – Os papers apresentados nesse evento no Texas já estão disponíveis na rede. Para quem se interessar, estão aqui.

* Manifesto sobre as Mídias Locativas – O colega André Lemos (professor e pesquisador da UFBA) estava inspirado publicou o Manifesto sobre as Mídias Locativas na Revista 404notFound. Nessa minha vida de deslocamentos tenho pensado muito sobre essas questões.

* Information, Communication & Society – Está disponível o dossiê Aoir 9.0 no periódico Information, Communication & Society. Destaco alguns artigos que se relacionam mais com as minhas pesquisas. Digital Media and the generation gap de Lynn Schofield Clark, Tunes that Bind? Predicting friendship strength in a music-based social network de Nancy Baym & Andrew Ledbetter que fala sobre os laços de amizade no Last.fm e que eu utilizei como um dos pontos de partida no meu paper da Compós 2009; e Collecting yourself: negociating personal music archives de Marjorie Kirb. Artigos essenciais para quem está pesquisando música online e identidades.


* Terminator Salvation, game via Twitter – Mais uma apropriação criativa do Twitter, utilizando um game enquanto ferramenta de marketing e construção da marca, o jogo Terminator Salvation – Resistance 2018 é um game jogado via Twitter através da adição de perfis e troca de mensagens. Para começar, basta seguir o perfil twitter.com/Resistance2018 e pegar as instruções no site. A ideia em si é bem interessante, contudo, como alertou o colega André Pase, é de difícil engajamento, uma vez que é necessário ter um investimento de tempo online bem grande, devido ao excesso de regras.

E, ao estilo Terminator eu me despeço: I´ll be back!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s