Por ai…

Depressão pós-avatar

Não, o título não se refere a mim, mas sim à matéria Audiences experience “Avatar” blues que saiu no site da CNN sobre pessoas que se deprimiram após assistirem ao filme pelo fato de não poderem viver no planeta Pandora. Achei essa matéria muito interessante pra se pensar no poder dos metaversos e suas imbricações psicológicas e “materiais”em relação aos receptores. Não que esse fenômeno seja algo de novo. Afinal, muitos adolescentes se mataram após ler “Os sofrimentos do jovem Werther” de Goethe séculos atrás. Mas é interessante pensar nos porquês e como.

*******************************

Por falar em cinema, vi Sherlock Holmes e gostei bastante dessa “repaginada” que o Guy Ritchie deu no personagem, apesar de que o excesso de uso do físico em detrimento ao intelectual tenha causado um certo estranhamento. Mas gostei da maneira como as abduções semioticistas sherlockeanas foram visualmente representadas. As tomadas de Londres também estão bacanas e o toque steampunk do final mantém . Enfim, um bom entretenimento, ainda mais com a excelente atuação de Robert Downey Jr.

**********************

Listas:

Na série listinhas, gostei bastante dessas 10 tendências para 2010:

**********************

Tenho lido muito, encontrado os amigos, visto seriados e tentado organizar minha biblioteca nesse verão chuvoso aqui em CWB. Decidi não viajar e ficar curtindo a cidade vazia…

1 comentário

  1. Pedro HBr · janeiro 12, 2010

    a minha depressão foi, ao sair do cinema no qual assisti Avatar, que eu não pudesse voltar no tempo e impedir a mim mesmo de me submeter ao que foi uma experiência interessante visualmente e sofrível intelectualmente.james cameron, na minha modesta opinião, deveria ser rechaçado por todo e qualquer pessoas que se sente fã ou produtor de fc. ele suja o bom nome e dá gás pra jornais e revistas imbecis (como a matéria absurda da globonius) continuarem a anunciar fc como coisa rídicula de criacinhas e babacas gordos com camisetas com dizeres engraçados sujas de molho nacho.não morava em pandora nem de graça. lugarzinho horrível, com morte por todos os lados. prefiro viver num filme do james cameron mesmo, que não é tão diferente da vida real: uma sequencia de plágios and no sense at all.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s