Cidades ficcionais, cidades de fato e cibercidades

Uma boa dica para esse sábado veio do escritor Gerson Lodi: a excelente entrevista da Scientific American com o escritor William Gibson a respeito das relações entre as paisagens urbanas contemporâneas e as cidades ficcionais mediadas pela tecnologia. Abaixo um trecho que destaquei da matéria.

Has the pace of changing technology made the purpose or meaning of particular cities, or cities in general, different for new generations, or is their essential character as places of concentrated choice something that you think remains relatively constant?

The Internet, which I think of as a sort of meta-city, has made it possible for people who don’t live in cities to master areas of expertise that previously required residence in a city, but I think it’s still a faith in concentrated choice that drives migration to cities.

Recomendo também o artigo Life in the Meta city escrito por ele para essa edição.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s