Observações de um sábado qualquer

Um sábado meio cinza meio chuvoso de pequenos prazeres e epifanias:

* Iniciar o dia, ou melhor, entrar a madrugada conversando sobre psicopatas, serial killers e outros temores com uma grande amiga;

* Ver os laços de sociabilidade e o engajamento em torno do meu vizinho, o estádio Olímpico;

* Discutir sobre fanfics e falar de Duna em pleno trabalho – leia-se aula na pós em Cultura Digital;

* Ler a entrevista do William Gibson na Wired relacionando punk rock e memes de internet (entre outros assuntos);

* Almoçar num restaurante totalmente desconhecido e encontrar ao acaso uma ex-colega querida de graduação que era super próxima e que eu não via há quase 10 anos;

* Dormir uma parte da tarde com o som da chuva na janela;

* Ler um livro sobre cultura celta, presente do @thikos;

* Ouvir Natasha Khan cantar os belos versos de Laura:

When your smile is so wide
And your heels are so high
You can’t cry, get your glad rags on
And let’s sing along
To that lonely song
You’re the train that crashed my heart
You’re the glitter in the dark

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s