Bio

adri
Adriana Amaral,  a.k.a Adri Amaral, 40 anos, possui Pós-Doutorado em Mídia, Cultura e Comunicação pela University of Surrey no Reino Unido (CAPES) com projeto sobre questões de gênero, idadismo e subcultuas. É Doutora em Comunicação Social pela PUCRS (2005), com Estágio de Doutorado (CNPq) em Sociologia da Comunicação pelo Boston College, EUA. Mestre e Jornalista pela mesma instituição.
 Atualmente é professora e pesquisadora do Programa de Pós-graduação em Ciências da Comunicação da UNISINOS. É bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq – Nível 2 e parecerista de vários periódicos internacionais e nacionais.
 É autora de Métodos de Pesquisa para Internet (Ed. Sulina, 2011)  juntamente com Suely Fragoso e Raquel Recuero e de  Visões Perigosas. Uma arque-genealogia do cyberpunk (Ed. Sulina, 2006) , entre outros. Além disso, assina uma série de artigos publicados em periódicos nacionais e internacionais, bem como capítulos de livro – Espanha, Portugal, Inglaterra e Estados Unidos. Faz parte do Conselho Editorial da coleção Cibercultura da Editora Sulina (Porto Alegre) e da coleção Lab404 da EDUFBA (Salvador).
Atua também como consultora de comunicação e cultura digital, com foco em culturas juvenis. Seus  principais interesses de pesquisa são: comunicação e cibercultura, teorias da ficção-científica e imaginário tecnológico, subculturas, etnografia virtual, metodologias de pesquisa online , padrões de consumo e gosto na web, cenas, fandoms, gêneros musicais, plataformas de música online e performance na cultura pop.
 adrimcr
Além disso considera-se uma ACAFAN (Fã-Acadêmica), britanófila e “sound colocator”. Adora synths melódicos, mas não dispensa um power noise e um EBM, curte batons, esmaltes, roupas pretas e roxas, scifi/fantasia e horror, melissas, coca-cola, espumantes, cervejas e  HQs com heróis e heroínas.
Informações completas, consultar o CV Lattes.
E-mail:
adriana.amaral08@gmail.com
Twitter: @adriaramaral