Aula Aberta “Corpo é a Interface” no Santander Cultural

CORPO É A INTERFACE: palestra gratuita no Santander Cultural Porto Alegre

No próximo dia 4 de outubro, o Átrio do Santander Cultural será palco da Aula Aberta, uma iniciativa do curso de Comunicação Digital em parceria com a especialização em Cultura Digital e Redes Sociais daUnisinos. O evento é gratuito e vai discutir o corpo como interface, tema que envolve as áreas da psicologia, informática, arte e comunicação.  O professor Vinicius Andrade Pereira, da Universidade Estadual do Rio de Janeiro – UERJ, e o consultor da Adobe Brasil, Alessandro Fonseca, são os convidados para o debate. As inscrições são gratuitas no endereço http://bit.ly/QuKN67.

Atualmente a busca pela interatividade com nossos aparelhos vai muito além das telas touch screen: hoje sabemos que nossas interfaces possuem uma fronteira mais longínqua e, ao mesmo tempo, muito próxima de nós. O corpo cada vez mais contribui para a apreensão do estatuto da tecnologia em nossa cultura – estão aí os novos dispositivos como o kinect, baseados em sensores de movimento, que comprovam essa afirmação.

De modo geral, as interfaces são definidas como conjuntos de programas e aparelhos que garantem a comunicação entre o homem e a máquina. Por meio delas, o mundo da informação digitalizada se tornou integrado ao trabalho, à comunicação, às  relações afetivas e às cidades. No entanto, a criação de interfaces na atualidade recorre ao conceito de embodiment (corporificação), colocando o corpo como objeto privilegiado na relação com as tecnologias, transformando e sendo transformado por elas – como observamos nos mouses, webcams e microfones, periféricos que refletem as funcionalidades do corpo humano.

 Nossas atuais interfaces acabam então se apropriando, estendendo e alterando o corpo, de modo que se torna necessário debater como este participa na produção das tecnologias de comunicação, seja por meio de novas sensorialidades (a capacidade de processarmos sons, imagens, sinais gráficos e texturas táteis) ou de renovadas afetividades (forças do imaginário que impulsionam o corpo às transformações que nos tornam mais aptos diante de diferentes estímulos e contextos).

                Se o corpo é a interface, podemos questionar como serão nossas interfaces daqui para frente? Que tipo de cultura está emergindo de uma sociedade multissensorial? Estas são algumas questões que a Aula Aberta vai provocar.

 

CONVIDADOS:

VINICIUS ANDRADE PEREIRA | É psicólogo, pós-graduado em Saúde Mental, mestre em Psicologia e doutor em Comunicação pela UFRJ, com formação complementar no McLuhan Program in Culture and Technology, da Universidade de Toronto, Canadá. É professor do Programa de Pós Graduação em Comunicação da UERJ. Suas pesquisas e estudos situam-se, principalmente, em torno dos temas tecnologias da comunicação, linguagens midiáticas, entretenimento, cibercultura e linguagens publicitárias e jornalísticas em meios digitais.

ALESSANDRO FONSECA | É Senior Territory Manager para Digital Publishing Suite da Adobe Brasil. Com 17 anos de experiência em vendas, marketing, projetos e operações no mercado de tecnologia e varejo na América Latina, dirigiu a área comercial da Casamentoclick.com e da Digital Pages e foi CEO da Global Wear no México. Participou da modelagem estratégica de projetos de publicações digitais das principais editoras do país, tais como Abril Educação, Pearson e Anglo.

MEDIAÇÃO:

ADRIANA AMARAL | É jornalista, mestre e doutora em Comunicação Social pela PUC-RS com Estágio de Doutorado em Sociologia da Comunicação pelo Boston College, EUA. É professora e pesquisadora do Programa de Pós-graduação em Ciências da Comunicação da UNISINOS.   É autora de  Visões Perigosas. Uma arque-genealogia do cyberpunk (Ed. Sulina, 2006). Seus  principais interesses de pesquisa são: comunicação e cibercultura, padrões de consumo na web, fandoms, gêneros e plataformas de música online e cultura pop.

SERVIÇO:

O QUE: O corpo é a interface – Aula Aberta da Comunicação Digital Unisinos

QUANDO: 4 de outubro, quinta-feira, das 20h às 21h30

ONDE: Átrio do Santander Cultural (entrada pela Siqueira Campos, 1125, Centro Histórico, Porto Alegre)

EVENTO GRATUITO, inscrições no site http://bit.ly/QuKN67

APOIO: GRUPO RBS E SANTANDER CULTURAL

Quando Henry Jenkins encontra o Aula Aberta

Reproduzo abaixo o post do Daniel Bittencourt, coordenador do curso de Comunicação Digital da Unisinos, #comdig sobre a edição 2010 do projeto Aula Aberta, do qual participarei amanhã.

expert_henry_jenkins1

A edição 2010 do projeto Aula Aberta, do curso de Comunicação Digital, está cheia de novidades. Mais uma vez, professores da Unisinos debatem um autor importante da área e refletem sobre os conceitos que nascem de suas ideias. Neste ano, o tema do Aula Aberta será “A Ecologia da Convergência“, que abordará aspectos da obra A Cultura da Convergência, de Henry Jenkins.

O Aula Aberta ocorre nesta quarta, dia 6, às 10h30 na Sala Conecta com entrada franca.

Dentre as várias novidades deste ano está o formato do painel. Três professores do Comunicação Digital farãoa discussão sobre o trabalho de Jenkins sob diferentes aspectos. Professora do PPGCom Unisinos e estreante no Aula Aberta, a doutora Adriana Amaral fará a apresentação do autor e mostrará de onde nasce o conceito de Cultura da Convergência.

Já os “veteranos” no projeto terão outras missões – uma delas será a de resgatar autores que já foram temas de edições anteriores do Aula Aberta. Ex-coordenador do ComDig, o professor doutor Gustavo Fischer fará diálogos de Jenkins e Marshall McLuhan e Lev Manovich. Já a doutoranda Sonia Montaño resgatará conceitos de Walter Benjamin, Felix Guattari e Vilém Flusser que contribuem para a discussão.

A Aula Aberta “A Ecologia da Convergência” terá transmissão ao vivo pelo site do projeto, a partir das 10h30 desta quarta-feira, e as pessoas podem enviar perguntas e comentários pelo Twitter através da hashtag #aulaaberta.

UPDATE:

Para assistir a aula basta entrar em http://aulaaberta.comdigital.info/