Artigos

Permitida a cópia e a distribuição desde que citada a fonte com referências completas e sem alterações no texto original.

2016

AMARAL, A. Peregrinação de fãs como insight metodológico. NO PRELO

AMARAL, A, GELAIN, G. Riot Grrrl movement in Brazil: differences and continuities of the original subculture. Artigo aceito no KISMIF, Porto, Portugal, 2016.

AMARAL, A, SOARES, T., MONTEIRO, C. O Queen, A Queen. Controvérsias sobre gêneros e performances. Artigo aceito na Revista FAMECOS. NO PRELO

AMARAL, A, TASSINARI, L. Fandoms transculturais: apropriações nas práticas de shipping dos fãs brasileiros de K-POP no Facebook. Revista Vozes & Diálogo, Itajaí, SC, Jan/Jul, 2016.

GODDARD, M., AMARAL, A., SILVEIRA, F. Digging the Porto Alegre Music Scene: Mapping Popular Music Scenes in a PostIndustrial City from a Comparative Creative Industries Perspective . NO PRELO

2015

AMARAL, Adriana. A Encantadora de NúmerosJornal Zero Hora, 12/12/2015.

AMARAL, A., BARBOSA, C., POLIVANOV, B. Subculturas, re(a)presentação e autoironia em sites de rede social: o caso da fanpage “Gótica Desanimada” no Facebook. Revista Lumina, Juiz de Fora, v.9, 2015.

AMARAL, A., KEHL, C. O humor na cultura colaborativa: formatos digitais como instrumentos de sátira da novela “Amor à Vida” no blog “Morri de Sunga Branca”. Revista Prisma.Com. Porto, Portugal, 2015.

AMARAL, A., MONTEIRO, C., SOARES, T. “’What’s Going On’ é o ‘Sgt. Pepper’s’ da soul music”: Autonomia, Cânone e Valor numa Lista de Melhores Álbuns da Música Pop. A ser apresentado no GT Estudos de Som e Música da Compós 2015, em Brasília. 2015.

AMARAL, A. R. ; MOSCHETTA, P. H. Visibilidade e reputação nos sites de redes sociais: a influência dos dados quantitativos na construção da popularidade a partir da percepção dos usuários. In: José Carlos Ribeiro. (Org.). Performances Interacionais e Mediações Sociotécnicas. 1ed.Salvador: EDUFBA, 2015.

AMARAL, A., PARADA, A. Fãs Organizacionais e suas expressões de relacionamento com as mídias sociais. Uma proposta a partir do estudo do Canal Viva. Revista Organicom. Revista Organicom. São Paulo, v.12, n.22, 2015.

AMARAL, A. R. ; SOUZA, R.; MONTEIRO, C. ‘De Westeros no #vemprarua à shippagem do beijo gay na TV brasileira: Ativismo de fãs. Conceitos, resistências e práticas na cultura digital brasileira. Revista Galáxia. SP, PUCSP.2015

2014

AMARAL, A. R. Manifestações da performatização do gosto nos sites de rede sociais: uma abordagem a partir da cultura pop. Revista Eco-Pós (Online), v. 17, p. 8, 2014.

AMARAL, A. R. ; KRAMBECK, R. Uma Festa Baphônica no Twitter : Narrativa de si e apropriação de linguagem nas construções identitárias da personagem Katylene e seu criador a partir do caso da hashtag #KatyBDay. Sessões do Imaginário (Online), 2014. NO PRELO

AMARAL, A., OLIVEIRA, R. Mulheres em Jogo. Jornal Zero Hora, 22/11/2014.

2013

AMARAL, A. Apontamentos iniciais sobre a cena Witch House: a viralização de um subgênero e as suas apropriações. In:  JANOTTI JR, Jeder; SÁ, Simone. Cenas Musicais. São Paulo: Editora Anadarco, 2013. Disponível para download Amaral2013witchhouse.

AMARAL, A, MONTEIRO, C. “Esses Roquero não curte”: performance de gosto e fãs de música no Unidos Contra o Rock do Facebook. Revista FAMECOS, Porto Alegre, PUCRS, V.20, N.2, 2013.

RECUERO, R.; AMARAL, A. R. ; MONTEIRO, C. Fandoms, Tendencias y Capital Social en Twitter #HaciaLoQueApuntamos. In: Daniel Aranda; Jordi Sánchez-Navarro; Antoni Roig. (Org.). Fanáticos. La cultura fan. 1ed.Barcelona: UOC Press, 2013, v. 1, p. 225-250.

AMARAL, A. R. ; SOUZA, R. User resistance and repurposing: a look at the iOS ‘jailbreaking’ scene in Brazil. In: Selected Papers of Internet Research, 2013. NO PRELO

AMARAL, A. SOUZA, R. “I´m Watching!”: Consumo cultural e experiências de vinculações audiovisuais a partir do aplicativo Get Glue. In: GERBASE, C., FREITAS, C. Cinema em choque. Diálogos e Rupturas. Porto Alegre: Editora Sulina, 2013.

AMARAL, A, CARLOS, G. Caracterizando o “estilo mangá” no contexto brasileiro:  hibridização cultural na Turma da Mônica Jovem. Revista Vozes & Diálogo, Itajai, Univali, 2013.

AMARAL, A. R. ; MONTARDO, S.  Mapeamento temático da história da cibercultura no Brasil. In:  BARBOSA,  M.C.;  MACHADO, M.B.; SACRAMENTO, I. (Org.). Panorama da comunicação e das telecomunicações no Brasil : 2012/2013. Volume 4. Memória. 1ed.Brasilia: IPEA, 2013, v. 4, p. 331-348.

AMARAL, A, KEHL, C. Indie ou Sertanejo? Apropriações de dois gêneros musicais através do elemento xadrez no aplicativo Instagram. Revista Temática, João Pessoa, UFPB.

AMARAL, A. Gênero, presença e imaginário. Jornal Zero Hora, 18/05/2013.

AMARAL, A. Música e mulheres: uma questão de gênero(s)?. Jornal Zero Hora, 14/09/2013.

2012

AMARAL, A. R. . Desfrute do abuso questões de gênero e disputas simbólicas na cena industrial. In:  RIBEIRO, A.P.; FREIRE FILHO, J.; HERSCHMANN,  M. (Org.). Entretenimento, Felicidade e Memória – Forças Moventes do Contemporâneo. 1ed.São Paulo: Anadarco, 2012, v. 1, p. 303-326.

AMARAL, A. As redes sociais  e as patrulhas do gosto. Caderno Cultura, Jornal Zero Hora, 24/03/2012.

AMARAL, A. Curadoria de informação e conteúdo na web: uma abordagem cultural. In: SAAD, E. (Org). Curadoria Digital e o Campo da Comunicação. São Paulo: EDUSP, 2012.

RECUERO, R, AMARAL, A., MONTEIRO, C. Fandoms, Trending Topics and Social Capital in Twitter. In: SPIR, Selected Papers of Internet Research, 2012.

AMARAL, A., KEHL, C. Estratégias de uso do Facebook no ensino de Jornalismo Digital.  Revista Estudos em Jornalismo e Mídia, v.9, n1, Florianópolis, UFSC.

AMARAL, A., SANTOS, D. Fakes no Twitter: contribuições metodológicas para coleta e análise de dados qualitativos a partir de perfis fakes e suas apropriações identitária. Revista Contemporânea, UFBA, Salvador, v.10, n.03, 2012.

2011

AMARAL, A. R. . Redes sociais, linguagem e disputas simbólicas. ComCiência (UNICAMP), v. 1, p. 03, 2011.

AMARAL, A., AMARAL J.P. “S2, S2”. Afetividade, identidade e mobilização nas estratégias de engajamento dos fãs através das mídias sociais pelo Happy Rock gaúcho.In: HERSCHMANN, Micael (org.) Nas bordas e fora do mainstream. Novas tendências da Indústria da Música Independente no início do século XXI. São Paulo:  Editora Estação das Letras e das Cores, 2011.

AMARAL, A. R. ; MONTARDO, S.P . Pesquisa em Cibercultura: análise da produção científica brasileira na Intercom. Revista Logos, UERJ, Rio de Janeiro, Ed. 34, v. 18, p. 8, 2011.

AMARAL, A. Customização, viralização e disputas nas performances e práticas de consumo subcultural nos sites de redes sociais. No prelo. 2011.

QUADROS, C., CAETANO, K., AMARAL, A. O ensino do jornalismo digital e as práticas de convergência: análise de disciplinas e formação docente. pp 111-134. In: QUADROS, Claudia; CAETANO, Kati; LARANGEIRA, Álvaro. Jornalismo e convergência: Ensino e práticas profissionais. Covilhã, Portugal: Labcom Livros, 2011. Disponível em http://www.livroslabcom.ubi.pt/livro.php?l=21

2010

AMARAL, A. Etnografia e pesquisa em cibercultura: possibilidades e limitações. Revista da USP, n. 86, jun/jul/ago 2010.

AMARAL, A. Práticas de Fansourcing. Estratégias de mobilização e curadoria musical nas plataformas musicais. In: SÁ, Simone (org). Rumos da cultura da música. Porto Alegre: Ed. Sulina, 2010.

AMARAL, A. “Qualquer um pode tocar guitarra” ou “Ataque de DJ”: A performance  nas representações do rock e da música eletrônica  nos games musicais Guitar Hero e DJ Hero. In: BARBOSA, M. Intercom 2010 – Comunicação, Cultura e Juventude. São Paulo: Intercom, 2010. pp.23-45

AMARAL, A. Redes sociais de música: segmentação, apropriações e práticas de consumo. In : Revista Com Ciência, n. 121, 10/09/2010.

AMARAL, A., MONTARDO, S.P. Pesquisa em Cibercultura e Internet: Estudo exploratório comparativo da produção científica da área no Brasil e nos Estados Unidos. Artigo aceito para apresentação no  IV Colóquio Brasil Estados Unidos de Estudos da Comunicação dentro do XXXII Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação, 2 e 3 de setembro de 2010.

2009

AMARAL, A, AQUINO, M.C. (2009) Eu recomendo… e etiqueto”. Práticas de folksonomia dos usuários no Last.fm. Revista Líbero n. 24, Ano XII, pp.117-129, Dez. 2009.

AMARAL, A. (2009). Plataformas de música online. Práticas de comunicação e consumo através dos perfis. Revista Contracampo,  Niterói, n. 20, nov. 2009. O artigo foi apresentado no XVIII Encontro da Compós em Belo Horizonte, 2009 mas modificado para a revista.

AMARAL, A. (2009). Consumption Practices and Uses of Social Tagging by Last.fm´s Brazilian Users. IN: IR10 – Internet Research 10.0: Internet Critical, Milwaukee, USA, October, 2009.

AMARAL, A. (2009). Prefácio. Webmarketing e publicidade online. Estratégias midiáticas para o público infantil na web. In: SILVA, M S. Webmarketing. Processos Interativos no site Barbie.com. Florianópolis: Ed. Insular, 2009. – Prefácio do livro de Michelle Sprandell.

AMARAL, A. (2009). “No future for you”. In: FERNANDES, Fábio. Os dias da peste. Tarja Editorial: SP, 2009. Prefácio do romance de ficção científica de Fábio Fernandes.

AMARAL, A. (2009) Fãs-usuários-produtores: uma análise das conexões musicais nas plataformas sociais MySpace e Last.fm. In: PERPETUO, Irineu F, SILVEIRA, Sergio A. O futuro da música após a morte do CD. São Paulo: Momento Editorial. Disponível em http://www.futurodamusica.com.br. pp. 91-106.

AMARAL, A., RECUERO, R., MONTARDO, S. (2009). Blogs: mapeando um objeto. AMARAL, A., RECUERO, R., MONTARDO, S. (orgs) (2009). Blogs.com: estudos sobre blogs e comunicação. SP: Momento Editorial, 2009. Disponível em http://www.sobreblogs.com.br. pp.27-53.

AMARAL, A. (2009). Autonetnografia e inserção online. O papel do pesquisador-insider nas subculturas da web. Revista Fronteiras – Estudos Midiáticos, São Leopoldo, jan-abr 2009. O artigo foi apresentado no XVII Encontro da compós em 2008 mas sofreu modificações para a revista.

2008

AMARAL, A. (2008). A potência do imaginário de Neuromancer nas origens da cibercultura. In: GIBSON, William. Neuromancer. SP: Aleph, 4a.ed, p.305-308.- Posfácio para a edição de 25 anos de Neuromancer.

AMARAL, A. (2008). Subculturas e cibercultura (s): Para uma genealogia das identidades de um campo. Revista FAMECOS, Porto Alegre, n.37, Dez. 2008. NOTA:  O artigo foi apresentado como conferência no II Simpósio da ABCiber na PUCSP, em novembro de 2008.

AMARAL, A., NATAL, G., VIANA, L. (2008). Netnografia como aporte metodológico da pesquisa em comunicação digital. Revista Sessões do Imaginário, Porto Alegre, ed. 20, Dez.2008.

AMARAL, A., DUARTE, R. (2008). A subcultura cosplay no Orkut: comunicação e sociabilidade online e offline. In: BORELLI, Silvia H.S, FREIRE FILHO, João (orgs). Culturas juvenis no século XXI. São Paulo: EDUC, p. 269-288.

AMARAL, A. (2008). A dualidade mente e corpo na Ficção Científica, de Philip K. Dick ao movimento cyberpunk. In: L. AMARAL, A. GEIGER. (Orgs). In: In Vitro, In Vivo, In Silicio. São Paulo, Attar Editorial, p. 133-150. NOTA: Essa versão é um pouco distinta da que está no livro, pois não contém as traduções das citações.

AMARAL, A., AQUINO, M.C. (2008). Práticas de folksonomia e social tagging no Last.fm. In: Artigo apresentado no IHC’08. Simpósio Brasileiro sobre Fatores Humanos em Sistemas Computacionais, PUCRS.

2007

AMARAL, A. (2007) Categorização dos gêneros musicais na Internet – Para uma etnografia virtual das práticas comunicacionais na plataforma social Last.FM. In: FREIRE FILHO, João, HERSCHMANN, Michael. (Org.). Novos rumos da cultura da mídia. Indústrias, produtos e audiências. 01 ed. Rio de Janeiro: Ed. Mauad, 2007, v. 01, p. 227-242.

AMARAL, A. (2007)  A estética cibergótica na Internet: música e sociabilidade na comunicação do MySpace. Revista Comunicação, Mídia e Consumo, São Paulo, v. 9, p. 75-87, 2007.

AMARAL, A. (2007) Cybersubculturas e cybercenas. Explorações iniciais das práticas comunicacionais electro-goth na Internet. Revista FAMECOS, v. 33, p. 21-28, Porto Alegre, 2007.

AMARAL, A.; FERREIRA, A. ; VIEIRA, J. (2007)  Blogs & Moda: efemeridade, individualismo e multiplicidade na Web. Revista Verso e Reverso. São Leopoldo, v. 47, p. 05, 2007.

2006

AMARAL, A. (2006). Os conceitos de cyberpunk e sua disseminação na comunicação e na cibercultura. Razón y Palabra, v. 52, p. 06, México.

AMARAL, A. (2006). O imaginário gótico da cibercultura. Notas randômicas e iniciais sobre o lado obscuro das tecnologias de comunicação. Revista Sessões do Imaginário, v. 15, Julho, Porto Alegre, 2006.

AMARAL, A., QUADROS, C. Agruras do blog: o Jornalismo Cor-de Rosa no ciberespaço. Razón y Palabra, v. 53, p. 03, México, 2006. – Esse mesmo artigo saiu também na revista nacional Contracampo (UFF), v. 12, p. 111-128, 2006.

AMARAL, A. (2006). Visões Perigosas. Para uma genealogia do cyberpunk. E-Compós. Brasília, v. 06, p. 09, 2006.

AMARAL, A. (2006).  Um lugar chamado vertigem: as insanidades midiáticas da cultura popular norte-americana. Revista Contemporânea. Salvador, v. 04, p. 10, 2006. Resenha

AMARAL, A. (2006). Um manifesto hacker – propriedade intelectual, informação e comunicação na cibercultura. Revista Interin, v. 02, p. 01, Curitiba, 2006. Resenha.

2005

AMARAL, A. (2005). A metrópole e o triunfo distópico. A cidade como útero necrosado na ficção cyberpunk. Revista Intexto, Porto Alegre, v. 13, p. 03, 2005

AMARAL, A. (2005). Visões cibertemporais – a inserção dos estudos de cyberpunk no campo da comunicação e da cibercultura. Sessões do imaginário, Porto Alegre, v. 14, n. Dezembro, p. 70-81, 2005.

AMARAL, A. (2005). Uma breve introdução à subcultura cyberpunk. Estilo, alteridade, transformações e hibridismo na cibercultura. E-Compós, Brasília, v. 03, p. 01-22, 2005.

AMARAL, A. (2005). Visões obscuras do underground: Hackers e Rivetheads – o cyberpunk como subcultura híbrida. In: 404nOtF0und, Salvador, vol. 47, julho 2005.

2004

PUHL, P., AMARAL, A. (2004) O feminino na tecnologia: uma proposta de leitura dos andróides de Blade Runner a partir de Donna Haraway. Sessões do imaginário, Porto Alegre, v. 12, p. 43-50, 2004.

AMARAL, A. (2004). Espectros da ficção científica. A herança sobrenatural do gótico no cyberpunk. Verso e Reverso, São Leopoldo, v. 38, p. 01, 2004.

AMARAL, A. (2004). Blade Runner, Total Recall e Minority Report: cinema distópico e cyberpunk de Philip K. Dick. Sessões do Imaginário, Porto Alegre, v. 11, p. 37-41, 2004.

AMARAL, A. (2004). Explorando as sombras da distopia philipkdickiana – de como o cinema technoir legitimou o status cyberpunk de Philip K. Dick. 404notfound, Salvador, v. 39, 2004.

PFOHL, S., AMARAL, A.(2004). O social e o tecnológico: questões da ultramodernidade. Revista da FAMECOS, Porto Alegre, v. 25, p. 60-67, 2004. Entrevista.

2003

AMARAL, A. (2003) Cidadão Slade – a vida de um homem é seu intertexto. In: FABRIS, Mariarosaria, et al. (Org.). Estudos de Cinema Ano III, 2001 – SOCINE. 1a ed. Porto Alegre: Sulina, 2003, v. III, p. 129-135. ATENÇÃO: Esse artigo foi apresentado na SOCINE de 2001 em Porto Alegre na PUCRS.

AMARAL, A. (2003) A visão cyberpunk de mundo através das lentes escuras de Matrix. In: BOCC, Biblioteca Online de Ciências da Comunicação, Portugal, 2003.

AMARAL, A. (2003) Desconstruindo o Moulin Rouge: o espectador por trás das cortinas de veludo. Revista Sessões do Imaginário, Porto Alegre, v. 10, p. 35-42, 2003.

AMARAL, A. (2003) Cyberpunk e Pós-modernismo. In: BOCC, Biblioteca Online de Ciências da Comunicação, Portugal, 2003.

AMARAL, A. ; ROCHA, P.J. (2003). Uma apropriação de Tela Total – a busca da realidade perdida em um roteiro de viagem pelo virtual. Revista Ecos, Pelotas, v. 7, n. 1, p. 05-19, 2003.

AMARAL, A. (2003).  Minority Report: rastreando as origens do cyberpunk. In: BOCC – Biblioteca Online de Ciências da Comunicação, Portugal, 2003.

AMARAL, A. (2003). Tão longe, tão perto: uma análise da imagem do U2 e da socialidade dos seus fãs gaúchos. In: BOCC – Biblioteca Online de Ciências da Comunicação, Portugal, 2003.

2002

AMARAL, A. (2002). Tão longe, tão perto. Uma análise da imagem do U2 e dos laços de socialidade dos seus fãs gaúchos via Internet. Dissertação de Mestrado defendida no Programa de Pós-graduação em Comunicação Social da PUCRS, 2002.

AMARAL, A. (2002). Rock e imaginário: as relações imagético-sonoras na atualidade. Revista da FAMECOS, Porto Alegre, v. 18, p. 34-43, 2002.

2000

AMARAL, A. (2000) Bono, Wenders e o Hotel de um milhão de dólares. Revista Sessões do Imaginário, Porto Alegre, v. 5, p. 32-34, 2000.

11 comentários

  1. Bruno Vasconcelos · julho 14, 2010

    Olá adriana,

    Sou aluno do mestrado de comunicação, orientado por Felipe Trotta, e minha pesquisa é sobre fruição estética nos games musicais. Vi que você tem esse artigo “Qualquer um pode tocar guitarra” ou “Ataque de DJ”: A performance nas representações do rock e da música eletrônica nos games musicais Guitar Hero e DJ Hero. E gostaria de saber se vc podia me enviar, se fosse possível.

    abraço!

    • Adriamaral · julho 14, 2010

      Bruno, ja te respondi e enviei por email. abs

  2. caliljr · fevereiro 19, 2011

    Olá Adriana,

    O link do Blogs.com, tanto aqui quanto na aba livros, está quebrado. Se você puder disponibiliza-lo, será útil.

  3. Paulo Henrique · setembro 24, 2011

    Ola!
    Tudo bem contigo?
    Eu sou estudante de linguística em análise do discurso, e estou tentando fazer uma iniciação científica sobre o cyberpunk, só que estou com um certo problema em localizar exatamente o corpus ou corpora, andei pensando nas letras de música, mas há várias opiniões sobre o assunto….
    Gostaria de saber se você recomenda alguma manifestação virtual na internet para análise, fora os manifestos de kirtchev

    Abraços,

    Paulo

    • Adriamaral · setembro 24, 2011

      Oi Paulo, tudo bem?
      Quem sabe o material de algum forum/site/blog dedicado ao tema?
      Acho as letras de música uma opção igualmente interessante.
      abs

  4. Pingback: Novidades em breve «
  5. Pingback: RICARDO SEELIG: Collectors Room
  6. Ana Augusta · junho 24, 2015

    Adriana, seu artigo “Blogs e moda: efemeridade, individualismo, e multiplicidade na Web” está com o link quebrado:/ há outra forma de lê-lo? Ou se há a possibilidade de me enviar por e-mail? Desde já, obrigada!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s